Missão

O departamento de Ação Social é o mais antigo da Santa Casa da Misericórdia de Sintra e tem vindo a desenvolver um crescente trabalho afeto à população mais desfavorecida e vulnerável do concelho de Sintra. Atualmente dispõe de respostas sociais para cerca de 600 famílias desfavorecidas residentes no concelho de Sintra.

Coopera com várias entidades, das quais se destaca a Câmara Municipal de Sintra, Juntas de Freguesia, I.P.S.S. e Núcleo da Segurança Social de Sintra. Numa ótica de trabalho em rede e acompanhamento de proximidade aos utentes, a SCMS assume-se como uma entidade parceira, dando resposta adequada às solicitações das entidades supracitadas.

Pioneira no projeto de apoio aos sem abrigo do concelho, desde junho de 2008, a SCMS assegura diariamente uma resposta imediata a situações de emergência social (pessoas sem abrigo, vítimas de violência doméstica, vítimas de situação de catástrofes…). Através dos serviços gratuitos de balneário, refeitório e lavandaria, colmatou-se uma necessidade social premente do concelho. A relevância destes novos serviços tem vindo a assumir-se como uma referência, sendo uma Instituição nomeada para acolher famílias em situação de catástrofe, referenciadas pelo Serviço Municipal de Proteção Civil de Sintra.


 

MISSÃO

Colmatar as necessidades mais básicas e imediatas da população, minimizar desigualdades e disfunções sociais dos grupos mais desfavorecidos do concelho.

Resumo das atividades realizadas pelo Departamento de Ação Social no ano 2015:

Durante o ano de 2015 foram realizados 621 atendimentos de Serviço Social. Dos atendimentos realizados resultou a entrega anual de 19.989 cabazes distribuídos a uma média de 446 famílias.

Com a cedência de donativos financeiros e empresariais e com os fundos angariados através da Loja Social, foi ainda possível, apoiar várias famílias através do pagamento de medicamentos, tratamentos médicos e despesas domésticas básicas.

No que diz respeito aos serviços do Centro de Emergência Social foram distribuídas 260 refeições no Refeitório Social, registadas 98 utilizações do Balneário Social e ainda distribuídas 11.780 refeições no âmbito do ProgramaCantina Social.

Com a cedência de donativos financeiros e através dos fundos angariados na Loja Social, foi ainda possível apoiar várias famílias no pagamento de medicamentos, tratamentos médicos e despesas domésticas básicas.